Começa a testagem gratuita de covid-19 nas farmácias do DF

18 de janeiro de 2022

Estabelecimentos contam com 48 mil testes para detectar a doença; confira os locais

Começou a testagem de covid-19 em farmácias privadas no Distrito Federal. Os profissionais de saúde foram treinados, e cada estabelecimento participante define o atendimento por agendamento ou demanda. Assim, a testagem gratuita é feita conforme a logística de cada local. O teste é indicado para quem apresenta sintomas ou teve contato com pessoas infectadas. Cada farmácia receberia 500 kits de testagem, mas, como há disponibilidade de testes, essa quantidade foi ampliada para 3 mil.

Responsáveis por 22 farmácias já retiraram, na Secretaria de Saúde, os kits para fazer testes

Testagem é gratuita, e algumas farmácias iniciaram o procedimento nesta terça (18) | Foto: Érika Bragança/Agência Saúde

Há cinco dias com sintomas, o analista de sistemas Roger Viana, 18 anos, fez seu teste nesta terça (18) na Drogaria Brasil, em Santa Maria. Com a confirmação de que está com covid-19, ele vai reforçar os cuidados para evitar a contaminação de mais pessoas. “Eu vou continuar em casa, mantendo a quarentena”, garantiu.

Desde sexta-feira (14), a Secretaria de Saúde (SES) disponibiliza testes para as empresas fazerem a retirada no almoxarifado central da pasta. Até o fim da manhã desta terça-feira, os responsáveis por 22 estabelecimentos haviam retirado os kits.  A princípio seriam 23 farmácias, mas uma decidiu não fazer o atendimento.

Na Drogaria São Rafael, no Gama, a testagem gratuita foi iniciada segunda-feira (17). “Quando a Secretaria de Saúde nos solicitou, a gente atendeu a demanda”, contou a farmacêutica Rafaela Antunes. Alguns estabelecimentos anunciaram o início das atividades a partir das 12h desta terça.

Notificação

A ação é uma parceria da SES com a Fecomércio que, junto ao Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos (Sincofarma), selecionou os estabelecimentos de testagem. Cada farmácia será responsável por notificar a SES sobre os casos positivos e negativos. Servidores da secretaria fizeram o treinamento dos funcionários da empresa sobre o uso do sistema E-SUS, onde são registradas as informações do exame, como data de realização, resultado, lote e data de validade.

O uso da plataforma pelas drogarias parceiras atende a determinação do Ministério da Saúde, que pede a notificação de todos os testes realizados. “A partir das informações coletadas e disponibilizadas no sistema, é possível avaliar de maneira mais sensível o comportamento epidemiológico da transmissão da covid-19 no Distrito Federal”, explica o diretor de Vigilância Epidemiológica da SES, Fabiano dos Anjos.

Aeroporto

Com a testagem ofertada nas unidades básicas de saúde e nas farmácias, poderá ser descontinuada a testagem no ponto criado no Aeroporto Internacional de Brasília. Isso porque o maior objetivo era monitorar a chegada da variante Ômicron ao DF, e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde já confirmou a transmissão comunitária. “Agora, a meta é monitorar a evolução do número de casos”, afirma o secretário adjunto de Assistência à Saúde, Fernando Erick Damasceno.

Parceria

De acordo com o diretor de Vigilância Sanitária, André Godoy, nem todas as drogarias que se inscreveram para a testagem da secretaria cumpriam os requisitos sanitários e documentais para fazer os testes. “O estabelecimento precisa ter uma sala com circulação de ar e espaço para evitar filas e aglomerações”, explica o gestor.

As farmácias que participam da ação têm liberação para aplicar os testes de covid-19 por 60 dias, prazo que pode ser prorrogado, conforme o cenário epidemiológico. “Os pontos foram liberados de maneira emergencial e provisória. A Vigilância Sanitária vai fiscalizar os locais para mitigar os riscos de transmissão”, informa André Godoy.

Critérios e locais de testagem

As farmácias particulares que aplicarão os testes disponibilizados pela SES seguem os mesmos critérios de público-alvo dos outros pontos de testagem do órgão: atendem quem está sintomático – com tosse, febre, dor de garganta, falta de ar e perda de olfato ou paladar – ou teve contato com casos confirmados da doença.

Conheça, abaixo, os 22 pontos de testagem
– Farmácias Descontão
Avenida das Castanheiras, lote 820, loja 06/07, Águas Claras
QSC 19 Chácara 26, conjunto H, Lote 07A, Taguatinga
QNN 17, conjunto H, lojas 02/03/04, Ceilândia

– Drogaria São Rafael
Quadra 36, Lote 10, Gama

– Drogaria Brasil
CL 214, Lote B, Loja 02, Santa Maria

– Drogaria Drogacenter
QNE 16, Lote 01, Loja 01, Taguatinga Norte
Rua 4 A, Chácara 01, Lote 13, Loja 01, Vicente Pires
Rua Copaíba, lotes 10 a 12, Águas Claras
QNM 18, Conjunto G, Lote 01, Ceilândia
Rua 5, Chácara 102, Lote 32, Vicente Pires
QNO 17, Conjunto I, Lote 03, Loja 06, Ceilândia Norte
QD 203, Lote 28/29, Recanto das Emas
QS 412, Conjunto A, Lote 02, Samambaia Norte
QC 08, Lote 04, Loja 01, Taguatinga Centro
CLSW 104, Bloco A, Loja 58, Sudoeste
ST SHD Bloco N, lojas 09 a 12, Planaltina
Avenida Central, Lote 470, Loja 01, Núcleo Bandeirante
Quadra 12, Comércio Local 1A, Sobradinho
QN 07, Conjunto 06, lotes 20 e 22, Riacho Fundo
Quadra 23, Conjunto 17, Lote 01, Paranoá
SIA Trecho 10, s/nº, Lote 10, lojas 56, 58 e 60, Zona Industrial Guará
QNO 06, Conjunto B, Lote 58, Loja 03, Ceilândia

*Com informações da Secretaria de Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.