Começa nesta quinta marcação de vacina para categorias da saúde do DF

25 de março de 2021

Imunização dos novos profissionais contemplados se dará a partir da sexta-feira (26/3), de acordo com Secretaria de Saúde

 

Secretaria de Saúde inicia, a partir de 9h desta quinta-feira (24/3), o agendamento eletrônico para que novas categorias dentro da área de saúde e servidores do Instituto Médico Legal (IML) possam receber a primeira dose das vacinas contra a Covid-19 no Distrito Federal. A informação foi dada pelo secretário Osnei Okumoto, durante coletiva de imprensa realizada na última terça-feira (23/3).

A decisão atende pedido do governador Ibaneis Rocha (MDB) e beneficia diretamente as pessoas que, por força da atividade, ficam expostas diariamente à infecção pela Covid-19. A inclusão foi possível após pequeno percentual das remessas de doses dos imunizantes pelo Ministério da Saúde ser destinado para essas novas categorias, desde que a data fosse previamente agendada pelo site da Secretaria de Saúde.

De acordo com a pasta, serão imunizados a partir de sexta-feira (26/3) profissionais com registro nos conselhos e entidades representativas de biologia, nutrição, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, técnico de radiologia, enfermagem, medicina, odontologia, biomedicina, veterinária, serviço social, farmácia e agentes funerários.

A marcação da data pode ser feita por meio do portal vacina.saude.df.gov.br, onde o profissional poderá escolher dia, horário e local para receber o imunizante. A vacinação para esses profissionais será dividida em fases: a primeira, que ocorrerá entre os dias 26 e 30 de março, atingindo 26 mil profissionais, ou seja, 25% dos cadastrados. As fases seguintes serão definidas após o recebimento de mais doses. A cada nova fase, serão adicionados mais 10% do total de profissionais cadastrados.

Cadastro

A secretaria reforça que, durante o cadastro, caso o CPF do profissional não seja reconhecido pelo sistema, ele deverá procurar o órgão que o representa para atualização cadastral junto à Secretaria de Saúde.

No local de vacinação é necessário levar documento de identificação com foto, registro profissional, comprovante de agendamento e o cartão de vacina. Caso não tenha o cartão de vacina, um novo será feito no local.

No total, são 47 pontos de vacinas no Distrito Federal e, até o momento, a secretaria já recebeu 145.265 nomes de profissionais com registro ativos nos respectivos conselhos. Após uma análise nos dados, a pasta identificou que, deste total, 98.647 ainda não haviam sido vacinados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.