17 de junho de 2021

Concurso PCDF: não fique assustado com a concorrência!

Fachada da nova sede da direção-geral da Polícia CIvil do Distrito Federal — Foto: Gabriella Julie/G1

Você que está se preparando para o concurso PCDF, e na expectativa para a divulgação da nova data da prova, com certeza percebeu que as notícias têm mostrado que a retomada do concurso está muito próxima. É um certame muito animador, sobretudo para aqueles que não estão satisfeitos com o resultado obtido em provas recentes da carreira policial, como PF e PRF, sendo uma chance de ouro para conquistar o cargo público almejado.

Hoje irei trazer uma análise detalhada de pontos importantíssimos para o cargo de agente, iniciarei pelos seguintes atrativos:

  • 1800 vagas para esse cargo (ampla concorrência + PCD + negros);
  • 88.894 inscritos; e
  • Subsídio inicial de  R$ 9.394,68;

A título de comparação, para o cargo de agente da Polícia Federal, tivemos mais de 200 mil inscritos e com menos da metade do número de vagas. Fica nítido que o concurso PCDF é uma oportunidade que não se vê todo dia.

Como esquecer a concorrência no concurso PCDF?

Vendo todos esses números apresentados, você ainda pode pensar “Ah, mas 88 mil inscritos ainda é muita coisa”. Concordo, porém ainda temos outros fatores a serem levados em conta: a abstenção e o grau de preparação dos demais candidatos. O certame da PF teve uma abstenção de 32,8%, algo que pode servir de parâmetro também para o concurso PCDF. Em um cenário hipotético, com uma abstenção nesse mesmo percentual, restariam cerca de 59 mil candidatos.

Quanto ao grau de preparação desses candidatos, venho trazer uma excelente notícia para você: apenas uma pequena parte dessas pessoas estará apta a disputar uma vaga. Se você estiver com uma rotina de estudos bem definida e se preparando psicologicamente (isso faz muita diferença na hora da prova), suas chances são muito reais! Eu sempre trago esse alerta aos estudantes: em muitos casos a pessoa tem um domínio excepcional do conteúdo cobrado na prova, mas por colocar muita pressão em si ou por deixar outros fatores exercerem influência em sua mente, acaba sendo reprovada por não saber lidar com isso.

De volta à análise da concorrência dos concursos públicos, venho trazer para vocês um dos exemplos que tive em minha trajetória: a prova para técnico administrativo do Ministério Público da União (MPU), em 2018. Naquela ocasião concorri com mais de 100 mil candidatos (isso apenas no Distrito Federal) e o edital trazia apenas 4 vagas imediatas para essa unidade federativa. Por já ter uma certa experiência no mundo dos concursos, não me abati ao olhar a demanda de candidatos, pois tinha ciência de que estava fazendo a minha parte e que possuía plenas chances de ser aprovado. Resultado: fiz 92 pontos líquidos, uma pontuação que julguei excepcional, e apesar de não ter ficado dentro das 4 vagas imediatas, fui nomeado e tomei posse já na primeira convocação realizada pelo órgão. Foi um pequeno intervalo, de 2 meses, entre a realização da prova e a posse no cargo.

Portanto, o que trago para você hoje é o seguinte: não se preocupe com a concorrência! Faça a sua parte diariamente, pois o seu esforço será recompensado. O fato de ter uma rotina de estudos bem definida, sem abrir mão de seus momentos de lazer, se preparando também psicologicamente, te coloca muito a frente da maior parte das pessoas que irão prestar o mesmo concurso que você. Sua aprovação é questão de tempo e pode estar mais próxima do que você imagina.

Pode contar comigo nessa caminhada! Seja no concurso PCDF ou nos demais. Siga-me no instagram!

Fonte: Marco Tulio/Direção Concursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *