Primeira etapa do viaduto do Recanto das Emas

12 de setembro de 2022

Trânsito estará livre nos dois sentidos da DF-001; Parte de cima do viaduto tem conclusão prevista até o fim do ano

Construído na gestão Ibaneis Rocha (MDB) o viaduto do Recanto das Emas/Riacho II terá o trânsito liberado a partir das 9h30 desta quarta-feira (31), nos dois sentidos da DF-001. A obra era prometida desde a fundação do Recanto das Emas, em 1993, e saiu do papel após investimento de R$ 30,9 milhões, beneficiando cerca de 80 mil motoristas que trafegam diariamente pela região.

Executado pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF), o viaduto começa a ser liberado e ficará pendente da última etapa da obra, na parte de cima, que dá acesso às duas cidades. Esta segunda etapa está prevista para ser concluída até o fim do ano.

“Essa é mais uma obra que muitos governos prometeram e não tiraram do papel. Nós fomos atrás dos projetos e dos recursos para construir o viaduto, que começa a ser liberado para a população e em breve estará totalmente finalizado. Essa primeira parte já vai aliviar o trânsito na DF-001, onde há o maior fluxo de veículos”, afirma o governador Ibaneis Rocha.

A parte de baixo do viaduto conta com três faixas em cada sentido. As marginais que foram construídas para a obra vão auxiliar o trânsito de quem quer entrar e sair do Recanto das Emas e do Riacho Fundo II.

O governo Ibaneis está erguendo o maior conjunto de viadutos da história do DF. São obras em nove complexos viários. Elas incluem 31 viadutos, 16 conjuntos de tesourinhas, cinco pontes e um túnel.

– Complexo Governador Joaquim Roriz (entregue)
– Complexo Corredor Eixo Oeste/EPIG (em execução, entregue dois viadutos na ESPM)
– Complexo Riacho Fundo I (em execução)
– Complexo Recanto das Emas/Riacho Fundo II (primeira etapa liberada nesta terça (30))
– Complexo Itapoã/Paranoá (em execução)
– Complexo Sobradinho/Planaltina (em execução)
– Complexo Jardim Botânico (em projeto)
– Complexo Plano Piloto: Via N2 (reforma concluída), Ponte Costa e Silva (reforma em fase final) e conjunto de 16 Tesourinhas (reforço estrutural em andamento)
– Complexo Cruzeiro: Viaduto Ayrton Senna (reforma concluída)

Fonte:Flirckr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.